Cultive e colha sua própria couve

Cultive e colha sua própria couve

Cultive e colha sua própria couve

Nativa do Mediterrâneo Oriental, a couve é cultivada há milhares de anos. Até os antigos gregos entraram em ação; O repolho de folhas encaracoladas era predominante no século 4 aC.

A prima favorita do repolho, a couve se espalhou pela Europa Ocidental no século 13, chegando à América do Norte no século 19. Fácil e barato de cultivar e inegavelmente nutritivo, não é de se admirar que a popularidade desse vegetal tenha resistido ao teste do tempo.



Plantando sua couve

A couve cresce com sucesso dentro e fora de casa, com um pH ideal de 6,5 a 6,8. Ele pode lidar com até 7,5, no entanto.

No jardim, pode ser plantada de três a cinco semanas antes do fim da geada da primavera, mas é mais adequada para as temperaturas frias do outono. Planeje de seis a oito semanas antes da geada, arrumando as plantas em canteiros tradicionais ou elevados.

Dentro, coloque suas plantas no parapeito de uma janela ensolarada, garantindo que recebam bastante luz. Um vaso normal com um orifício de drenagem funciona perfeitamente, enquanto uma cúpula de umidade aumenta a germinação e a umidade geral.



Requisitos de espaço para couve

A couve não requer espaço significativo, o que a torna uma cultura fácil de cultivar. No interior, as plantas devem ser espaçadas de 20 a 30 centímetros ou simplesmente colocadas em vasos. Ao ar livre, o distanciamento padrão de 30 x 30 cm garante que cada planta receba luz solar, fertilizante e água adequados, ao mesmo tempo que dá espaço para as folhas se esticarem.

Requisitos de luz solar

Couve é uma das poucas plantas que prosperam na sombra, florescendo nas zonas de resistência oito, nove e 10, que abrange o noroeste do Pacífico, a maior parte do sul, estados desérticos como Arizona, Nevada, Utah e Novo México, e até mesmo as partes mais tropicais e quentes da Califórnia e da Flórida. Embora algumas plantas exijam de seis a oito horas de luz solar, a couve muitas vezes pode prosperar com apenas algumas horas por dia.



Requisitos de rega

A irrigação consistente é essencial para manter o crescimento de sua safra de couve. Procure tomar 2,5 a 5 cm de água por semana - as plantas devem estar úmidas pelo menos 2,5 cm no solo. A alimentação é igualmente vital; use alimentos vegetais de liberação contínua e cobertura morta para manter as plantas frescas e ajudar na retenção de umidade. Folhas murchas fazem com que a couve seque e morra, então fique atento a esta etapa.

Pragas que podem prejudicar a couve

Suas plantas de couve atrairão uma ampla variedade de pragas, portanto, fique atento. As lagartas da beterraba são lagartas que deixam folhas esqueléticas cheias de buracos. Produtos de tratamento específicos, como o Bt, fazem maravilhas.

Os vermes do repolho deixam para trás as mesmas folhas mastigadas, assim como os crustáceos do repolho e os besouros da pulga. Os pulgões do repolho, embora destrutivos, podem ser eliminados com sabonete inseticida. Poda rapidamente todas as folhas infectadas para reduzir a chance de propagação.

Doenças potenciais

Kale tem a reputação de ser muito resistente, mas ainda é suscetível a doenças. A mancha bacteriana nas folhas se espalha com o respingo de água, resultando em folhas amareladas. A podridão negra também infecta as folhas, tornando-as pretas com manchas opacas. Ambas as doenças podem ser mortais, então priorize a prevenção por meio da fertilização, mantendo um bom fluxo de ar, eliminando ervas daninhas e inspeções regulares.

As doenças fúngicas são raras na couve, mas podem ser devastadoras. A mancha da folha de Alternaria causa lesões escuras que podem destruir rapidamente a sua cultura. Mantenha as folhas secas para reduzir o risco, siga as etapas de prevenção adequadas e considere o uso de biofungicidas.



Nutrientes especiais

A couve requer solo rico em nutrientes ao longo de seu ciclo de crescimento, portanto, é melhor confirmar o nível de pH antes de plantar. Precisa aumentar o pH? Misture em um composto rico em nitrogênio. A farinha de sangue, um fertilizante líquido solúvel em água, é outra excelente opção. Prepare-se para uma colheita próspera aplicando fertilizantes durante todo o processo de plantio.

Propagando sua couve

Tornar a crescer a couve é completamente possível quando você usa mudas, e bastam três etapas simples. Primeiro, corte os primeiros três centímetros do botão, incluindo as folhas. Em seguida, mergulhe o caule no hormônio do enraizamento para impulsionar o crescimento da nova planta. Depois de cortado e mergulhado, planeje o caule diretamente em seu recipiente de compostagem, garantindo que ele receba uma abundância de nutrientes imediatamente.

Colhendo sua couve

Assim que as folhas ficarem do tamanho da sua mão, você estará pronto para colher a couve. Comece com as folhas mais velhas na parte mais baixa da planta, evitando o botão terminal na parte superior central; isso mantém sua couve crescendo forte. Escolha um punhado a cada colheita, descartando todas as folhas amareladas. Folhas menores e mais tenras são úteis para saladas, enquanto as maiores podem ser cozidas como espinafre.

Quer mais de cada colheita? Prolongue o ciclo de crescimento, mantendo a couve longe do frio. As coberturas de linha funcionam bem, ajudando as plantas a crescerem continuamente até o início do inverno. A couve crescerá até que as temperaturas cheguem a 20 ° F, então você terá bastante para durar durante a temporada.

Benefícios da couve

Quando a couve estiver pronta para a colheita, você desfrutará de um prato cheio de benefícios para a saúde. Um dos alimentos mais ricos em nutrientes do planeta, a couve contém poderosos antioxidantes, flavonóides e polifenóis, que ajudam a neutralizar os danos dos radicais livres, atrasar o envelhecimento e reduzir o risco de câncer e outras doenças.

Sua baixa contagem de calorias ajuda na perda de peso, enquanto os sequestrantes de ácidos biliares ajudam a diminuir os níveis de colesterol, reduzindo o risco de doenças cardíacas. As vitaminas A e C sintetizam colágeno, protegem as células e estimulam o sistema imunológico. Uma das principais fontes de vitamina K, a couve também auxilia na coagulação do sangue e reduz o risco de osteoporose.